Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

Decidam-se!!

Num destes dias, estava aqui o vosso amigo a tornar-se num sofá pelo processo de osmose quando, diz a cara metade, «Agora caía mesmo bem um corneto de chocolate.», eu que tudo faço para que a dita esteja feliz - enquanto assim estiver eu estou completamente à vontade para me ensofar a meu bel-prazer -, levantei-me de um pulo e lá me dirigi às bombas de gasolina para comprar os ditos gelados.

A noite estava amena e no céu as estrelas sorriam para mim. Atacado pela boa disposição resolvi fazer os cerca de duzentos metros até à estação de serviço montado nas minhas havaianas. Enfiei os auscultadores do leitor de Mp3 nos ouvidos e lá fui eu, embalado pela música da Fiona Apple, a quem também recorro para ver se consigo mais umas luzes de como funcionam as mulheres...

Já com cerca de metade do percurso para trás das costas apercebo-me de um carro que abranda ao meu lado. Dou-lhe uma olhadela pelo canto do olho - como é que um olho redondo tem cantos é que ainda não percebi - e reparo que estou a ser seguido pela polícia.

Os Srs. Agentes pedem-me então para parar e imobilizaram a viatura ali mesmo à beira da estrada.

«Então para onde se dirige o jovem?» indaga um dos Agentes.

«Ali à bomba.» respondo eu.

«E o jovem não sabe que não convém andar na rua com isso nos ouvidos?»

«Óh Sr. Agente, são riscos que se correm...»

« E a sua identificação têm-na consigo?»

Aqui pára. Penso eu para o colarinho da minha t-shirt, já que não tinha botões com quem falar.

Mas será que cometi algum crime e não me dei conta? Não me digam que o meu Alter-Ego andou por aí a fazer das suas e agora vou ter de pagar pelos crimes de um personagem que habita a confusão da minha psique...

«A minha identificação? Tenho sim senhor.» E zás, deito a manápula ao bolso dos calções para tirar a carteira. Para quê? Simples, para deixar cair à frente dos Agentes o pacote das mortalhas aLeda e um bocado da ganza que tinha sobrado do charro que tinha estado a fazer e a fumar no conforto do lar na companhia da esposa...

«Ora, ora...» exclama um dos agentes.

E eu «Ora merda....»

«Então onde é que o jovem arranjou isto?»

«Olhe, por aí. Acho que foi a semana passada numa discoteca.»

« E o jovem não sabe que o tráfico de estupfacientes é crime?» - também gostava de perceber porque é que as autoridades nos correm a "jovens", será que lhes ensinam isso na escola?

«Sei sim Sr. Agente.»

«Se sabe porque é que os compra?»

«Oh Sr. Agente - digo com um daqueles ares de cão abandonado - mas isso não tinha sido discriminalizado?»

«Foi sim sr.! A posse de drogas até uma certa quantidade não é penalizável.»

Boa, pode ser que me safe, pensei.

«Então diga lá Sr. Agente e esse "brindezito" passa da gramagem permitida ou não?»

«Não, não passa.» diz o Sr. Agente.

Acabo de ganhar mais dez centimetros de altura e dez anos de vida...

«Mas vai ter de explicar como é que isto está na sua posse.»

Filho da puta! O sacana tomou-me de ponta.

«Epá, isso foi como lhe disse. Arranjei isso numa discoteca a semana passada mas, sinceramente, como nem me lembro de ter chegado a casa confesso que também não me lembro como é que isso veio parar ao meu bolso...»

«Isso é que é pena, mas de qualquer das formas, se se lembrar passe lá em cima na esquadra e dê-nos então o nome do personagem.

Agora boa noite, continue pela berma e se fizer favor tire isso dos ouvidos.»

E lá seguiram o seu caminho, deixando-me sem ponta de sangue e depois de me terem purgado qualquer restea de THC que ainda pudesse resistir no meu organismo.

Agora digam-me vocês uma coisa.

Quem é que é mais calhau afinal?

O governo que descriminaliza a posse, mas não clarifica a situação da compra, ou o Sr. Agente que acha que eu vou denunciar quem me fornece???

Decida-se quem manda porra, senão qualquer dia eu, - que até sou um bom cidadão, que pago os meus impostos na íntegra, bem, não na íntegra porque não pago a taxa de saneamento porque os SMAS da minha santa terrinha não existem e por isso eu acho que não tenho de contribuir para impostos ficcionais, não roubo nos supermercados, pago o condomínio, uso gasolina sem chumbo e só ando de carro particular em caso de extrema necessidade -, arrisco-me a ser preso porque fui comprar umas ganzas para fumar mais a minha maria, porque pelo menos enquanto nos rimos não nos lembramos dos impostos para pagar, da merda do SMAS que me faz ficar sem água três dias por semana, do aumento da poluição na atmosfera e de que quando chegarmos a velhos não vai haver dinheiro para as nossas reformas.

Senhores governantes, no tempo da "outra senhora" havia o carrascão para que as pessoas desanuviassem a cabecinha, hoje, depois do 25 de Abril há a erva, o haxixe e o pólen, todos derivados da cannabis que cumprem na perfeição o papel que o carrascão cumpriu no tempo da ditadura, por isso aqui fica o meu conselho.

Passem a permitir a venda e o consumo da cannabis dentro de certos limites, de forma a permitirem, a quem assim o queira, passear pelas ruas do nosso Portugal de sorriso idiota estampado no rosto, esquecidos da merda de País em que vivemos, muito por vossa culpa. Vão ver que até ganham com isso. 

Uma vez que a aposta para o desenvolvimento do País passa pelo turismo, já pensaram como se sentiriam os turistas que nos visitam quando passeassem pelas nossas ruas apenas para ver a felicidade estampada no rostos de milhares de portugueses??

E pronto fico-me por aqui que está na hora de ir à "discoteca" arranjar alguma coisa para fumar...

 

 

 

 

 

publicado por Flame às 16:54
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 8 seguidores

.pesquisar

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Olha que esta....

. Alunos Vs Professores, ou...

. Depressões, desculpas e g...

. Ponto da Situação!

. Pastilhas

. Desafios

. Ecos de Marraquexe

. Orgulhosamente sós? Uma p...

. Acabaram-se as férias! (O...

. O gajo vai de férias. (É ...

.arquivos

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub